soneto sou por você——alexandre cruz

sou andarilho de tua geografia/ escalo teus montes

me embrenho em tua selva/ me afogo em teu mar

sou peixe aflito em tua piracema/ pássaro cansado

que custa a migrar/ aterrisso em teu ninho

fazemos amor à beira da praia/ sou fera acuada/ alcantilada

estou em tuas garras não posso fugir/ não posso

e não quero fugir/ não quero!

sou parte da tua simetria/ sou o ponto na reta

o ponto mais certo é o teu coração

sou teu frescor/ vem sana meu corpo

assanha o verão que há em mim/ quero teu corpo no inverno

sou esse teu amante inocente/ copio meus versos/ então te exalto

soletro palavras que falam de amor

sou o poeta que sou/ pois sou por voce

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s